COMPORTAMENTO, REPRESENTAÇÃO E COMUNICAÇÃO POLÍTICA

Abrange pesquisas que englobam análises teóricas e empíricas sobre produção, distribuição, consumo, efeitos e consequências de conteúdos comunicacionais na arena política em geral. Estudos ligados às instituições e atores responsáveis por produção e difusão de conteúdos políticos em governos, campanhas eleitorais e grupos sociais com finalidade política. Análises de comportamento político em diferentes plataformas midiáticas e suas tecnologias. Aborda produção de sentido individual ou coletivo, a partir da opinião pública difusa ou da ação política do cidadão comum, do eleitor, de grupos específicos ou de movimentos sociais.

Professores permanentes:

Ednaldo Aparecido Ribeiro

Emerson Urizzi Cervi

Jamil Marques

Rafael Cardoso Sampaio

Sérgio Soares Braga

Professor colaborador:

Nelson Rosário de Souza

 

ELITES POLÍTICAS

Os pesquisadores vinculados a essa linha se dedicam ao estudo das elites políticas e de suas conexões com as demais elites sociais (econômicas, culturais, religiosas, sindicais, etc.). Seus estudos focam em questões diversas, tais como o problema do seu recrutamento, dos seus valores e do seu comportamento político, e lançam mão de diversas estratégias metodológicas (quantitativa, qualitativa, comparativa e histórica).

Professores permanentes:

Adriano Codato

Bruno Bolognesi

Marco Cavalieri

Paulo Roberto Neves Costa

Renato Perissinotto

 

 

INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E PROCESSOS DECISÓRIOS

A linha tem como propósito reunir pesquisas sobre um conjunto amplo de instituições como as de representação e participação (partidos políticos, parlamentos, sistemas eleitorais e partidários, associações de interesses, governos, conselhos, etc.),  as de tomada de decisão (poder executivo, poder judiciário)  e as instituições internacionais. Baseada nesse objetivo, a linha prioriza a análise comparativa e quatro eixos específicos: a) relações entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário em suas múltiplas dimensões; b) partidos políticos, eleições e sistemas representativos nas democracias contemporâneas, especialmente na América Latina; c) instituições internacionais de vários tipos (tratados, organizações, regimes, convenções e redes) e o desempenho das OIGs (Organizações Intergovernamentais) e das ONGs (Organizações Não-Governamentais); d) instâncias decisórias participativas no âmbito das políticas públicas.

Professores permanentes:

Alexsandro Eugenio Pereira

Bruno Bolognesi

Marco Cavalieri

Ramon Blanco de Freitas

Rodrigo Rossi Horochovski

Professores colaboradores:

Fabrício Tomio

Samira Kauchakje